sexta-feira, 4 de setembro de 2009

fodástica






fodástica

para denizis

não acredito em cegonha,
duende, papai noel, ano novo.
não acredito em políticos,
em reis, nas leis, nos mitos.

creio em ti, porque em ti me vejo
e me encontro comigo mesmo.
e só assim creio em mim,
pois em mim não minto
o que sinto por ti, quando te vejo,
quando te abraço, quando te beijo.

5 comentários:

  1. Denizes, a essência do conhecimento é partir do descrédito pra se chegar ao crédito, quando todas as mentiras foram exorcizadas e só a verdade está,presente!Poemaravilha! Bijuss do Jopin

    ResponderExcluir
  2. A sensibilidade poética a serviço do amor. Ou seria o contrário? Ou há um vice-versa nessa história? Não importa, o que importa é a beleza do poema, é a beleza do amor.

    ResponderExcluir
  3. Este é o verdadeiro amor em forma de poesia!!!
    Fodástica e bombástica poéticamente falando!
    Cairo parabéns você é um poeta que interpreta seus poemas como ninguém!

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu blog!voltarei outras vezes para fazer mais comentários que para mim é um prazer muito grande poder comentar poemas de um grande mestre...pra mim você é um dos melhores poetas brasileiros!Parabéns meu amigo poeta Fodástico!!!!

    ResponderExcluir